Transplante de Córneas

O olho, como um todo, não pode ser transplantado, somente alguns tecidos como a córnea, à esclera, ou as células troncos da córnea. A córnea é um tecido que fica na parte da frente do nosso olho composta por uma camada transparente. Sabe aquela sensação de quando temos a nossa vista “embaçada ou arranhada”? Isso pode ser um sinal que a sua córnea não anda nada bem, mesmo que o restante do olho seja sadio. Você sabia?! O Transplante de córnea é o transplante de órgãos mais comum no mundo. Normalmente o procedimento é seguro e muito eficaz.

A Cirurgia

 

A cirurgia deve ser realizada em centros cirúrgicos de clínicas e hospitais, públicos ou privados. Ambos precisam ser credenciados e cadastrados ao Sistema Nacional de Transplantes (SNT) e na Central de Transplantes ao qual pertencem. Durante a cirurgia uma porção da córnea (doente) é retirada e substituída por uma córnea saudável. O principal objetivo no transplante é tornar a visão do paciente ainda melhor, e em alguns casos auxiliar na correção de determinadas perfurações oculares.

 

Pós-operatório

 

No pós operatório são permitidas algumas atividades normais como escovar os dentes, tomar aquele banho, caminhar, ler, ou até mesmo assistir tv. Aquelas atividades físicas mais intensas devem ser retomadas somente após algumas semanas. A visão do paciente transplantado vai melhorando gradualmente, para isso não é permitido esfregar ou apertar os olhos. Muitas pessoas pensam que com o transplante de córnea qualquer doença que acomete o olho poderá ser resolvido. Isso não é verdade, apenas as doenças de córneas são beneficiadas com o procedimento cirúrgico, são elas: Ceratocone, Degeneração marginal pelúcida, Ceratoglobo, Infecções corneanas graves, dentre outras.

Ver é viver!

Aceitamos diversos convênios de saúde. Agende agora o seu atendimento:

Agendar Agora

Entre em contato conosco através do Whatsapp  e marque sua consulta agora mesmo.

Romae